O que é somatização

Compartilhe:
FacebookTwitterWhatsAppLinkedInShare
Texto: O que é somatização? Ao lado, imagem de mulher com a mão no queixo olhando para o lado.

Já passou pela sua cabeça que o nosso estado emocional pode afetar o corpo físico? Isso não é apenas totalmente possível, mas tem até um nome, saiba o que é somatização.

Corpo e mente estão conectados, porém, por conta de crenças e até mesmo da rotina acelerada, muitas vezes a gente esquece. Acabamos dando atenção a cada um deles de forma diferente e buscamos tratamentos como se estivessem separados.

Mas, é preciso que a gente compreenda que é impossível separar mente e corpo, buscando assim olhar para nós mesmo de forma holística.

Ficou curioso para saber o que é somatização? Confira mais sobre o tema a seguir.

O que é somatização?

Somatização é quando a mente, por meio de pensamentos e do estado emocional em conflito, manifesta dores e doenças no corpo físico. Através das nossas condições psicológicas, o corpo pode responder apresentando um problema que até então não existia.

Quando ficamos ansiosos, por exemplo, e não conseguimos controlar, sintomas físicos podem desencadear, como taquicardia, enrijecimento dos membros, dores nas costas, pescoços, dores de cabeça, entre outros.

A ciência entende a somatização como um transtorno mental que responde através de sintomas físicos. É como se fosse uma resposta do corpo, somatizando todos os nossos conflitos mentais.

Por exemplo, a preocupação em excesso e até mesmo o medo recorrente de perder o emprego acelerar o batimento cardíaco, dores na lombar, como se estivesse carregando o mundo.

É muito comum presenciar o transtorno de somatização em nossa própria rotina, porque temos o costume de viver preocupados com o futuro, causando medo, ansiedade e depressão.

De que forma a somatização nos afeta?

Nosso corpo é como se fosse uma extensão da nossa mente. Ele simplesmente obedece e tem uma capacidade limitada para lidar com nossas emoções, traumas e transtornos. É como se não tivesse força para barrar essa sobrecarga, por isso acaba adoecendo.

Veja alguns exemplos de como a somatização pode nos afetar:

O que pode gerar a somatização?

Diariamente, somos afetados por um turbilhão de emoções e pensamentos que variam bastante. É claro que, como seres humanos, é difícil manter “uma linha reta” quando o assunto são nossos conflitos mentais.

Alguns sentimentos como, raiva, medo, ressentimento, culpa, estresse e ansiedade são exemplos de emoções que geram a somatização. O sistema psíquico afeta o neurológico, que altera o sistema imune que integra o endócrino, como um ciclo.

Quando não conseguimos controlar essas emoções, é como se o corpo recebesse diariamente uma carga muito forte, entrando assim em colapso. Daí surgem as doenças e as dores no corpo.

O que fazer para evitar a somatização?

Agora que você conheceu o ciclo que leva à somatização, deve estar se perguntando o que fazer para evitar tudo isso?

Infelizmente, não há algo que seja muito automático que a gente possa fazer para não sentir raiva, medo, ansiedade, culpa etc. São sentimento inerentes aos seres humanos, sendo assim, o que podemos fazer é tentar, ao máximo, entrar em contato com coisas que nos elevam.

É preciso buscar alternativas para possam nos ajudar a ter um equilíbrio emocional. Para isso, buscar terapias, praticar atividade física, se dedicar a um hobby, ser mais flexível e não muito exigente consigo mesmo.

O apoio psicológico costuma ser bastante efetivo para evitar a somatização, então não hesite em buscar apoio profissional quando tudo estiver pesado demais.